5 Dicas secretas de um bom Ortoptista

5 Dicas secretas de um bom Ortoptista

O ortoptista é um ser humano imperfeito e único, com uma excelente formação e um admirável senso de propósito. A sua humanidade servirá ainda melhor aos seus pacientes.

Um dos segredos para manter uma excelente saúde visual é consultar um bom ortoptista. Mas, como distinguir um excelente profissional? O que procurar e o que esperar de um técnico realmente dedicado? A empresa Optiforum tem algumas dicas para ajudar a encontrar o melhor ortoptista.

   

   

1. Atendimento personalizado

Mais do que um simples vendedor, um ortoptista deve fazer o possível para que os seus clientes tenham uma visão o mais próximo possível da perfeição. Por isso, quando selecionar a sua ótica, não tenha apenas em conta a quantidade de armações à disposição. Tente avaliar as capacidades do respetivo ortoptista. Existem algumas métricas, segundo a Optiforum. Estas métricas podem ajudar a saber se a sua ótica de eleição conta ou não com um bom profissional. Uma delas serão as perguntas efetuadas pelo técnico acerca dos seus hábitos e rotina, para saber em que circunstâncias vai utilizar os óculos ou lentes que está prestes a comprar.

2. Profissionalismo

Se for, de facto, um excelente ortoptista, vai fornecer informação acerca das várias opções ao seu dispor para melhorar a sua visão. Irá certamente falar também dos aspetos técnicos das lentes e das armações que vai necessitar, incluindo os materiais mais indicados.

Além de efetuar os exames e testes de forma profissional e com acesso a equipamento de última geração, um bom ortoptista irá igualmente disponibilizar cuidados «a posteriori» para assegurar a manutenção da qualidade dos seus óculos ou lentes.

   

   

3. Conforto

O conforto é essencial na altura da escolha da armação. Na altura da escolha da armação, o ortoptista deve confirmar que esta se encontra alinhada e é confortável para o utilizador. Para tal, deverá colocar ao seu dispor várias opções. Deverá experimentar a que melhor se adequa ao seu rosto e com a qual se sente mais confortável. Uma armação deve assentar como uma luva, sem folgas, apertos ou desconfortos.

Um bom ótico irá calibrar as lentes enquanto o paciente está de pé, assumindo a sua postura natural.

4. Documentação

Por fim, e antes que saia da sua ótica, este técnico deverá documentar tudo o que se relaciona com os seus novos óculos e lentes, como os dados dos exames que efetuou. Deverá guardar toda esta documentação para o caso de ter de substituir as suas lentes na eventualidade de ocorrer um acidente.

5. Brio profissional

O ortoptista tem um excelente capacidade de captar e avaliar boas imagens nos equipamentos de diagnóstico oftalmológico para melhor interpretação de resultados e definição do plano terapêutico.

    

Fórum Lentes Especiais '19 Na 2ª edição do fórum de contactologia, oferecemos-lhe a oportunidade de assistir a palestras e participar em workshops com profissionais de estatuto nacional e internacional. O evento regressa a Lisboa no dia 26 de Outubro das 9h às 18h, com almoço e coffee breaks incluídos para todos os participantes.


   

   

[[pt]]Publicacado a[[es]]Publicacado a

May 29, 2019

5 Dicas secretas de um bom Ortoptista

5 Dicas secretas de um bom Ortoptista

O ortoptista é um ser humano imperfeito e único, com uma excelente formação e um admirável senso de propósito. A sua humanidade servirá ainda melhor aos seus pacientes.

Um dos segredos para manter uma excelente saúde visual é consultar um bom ortoptista. Mas, como distinguir um excelente profissional? O que procurar e o que esperar de um técnico realmente dedicado? A empresa Optiforum tem algumas dicas para ajudar a encontrar o melhor ortoptista.

   

   

1. Atendimento personalizado

Mais do que um simples vendedor, um ortoptista deve fazer o possível para que os seus clientes tenham uma visão o mais próximo possível da perfeição. Por isso, quando selecionar a sua ótica, não tenha apenas em conta a quantidade de armações à disposição. Tente avaliar as capacidades do respetivo ortoptista. Existem algumas métricas, segundo a Optiforum. Estas métricas podem ajudar a saber se a sua ótica de eleição conta ou não com um bom profissional. Uma delas serão as perguntas efetuadas pelo técnico acerca dos seus hábitos e rotina, para saber em que circunstâncias vai utilizar os óculos ou lentes que está prestes a comprar.

2. Profissionalismo

Se for, de facto, um excelente ortoptista, vai fornecer informação acerca das várias opções ao seu dispor para melhorar a sua visão. Irá certamente falar também dos aspetos técnicos das lentes e das armações que vai necessitar, incluindo os materiais mais indicados.

Além de efetuar os exames e testes de forma profissional e com acesso a equipamento de última geração, um bom ortoptista irá igualmente disponibilizar cuidados «a posteriori» para assegurar a manutenção da qualidade dos seus óculos ou lentes.

   

   

3. Conforto

O conforto é essencial na altura da escolha da armação. Na altura da escolha da armação, o ortoptista deve confirmar que esta se encontra alinhada e é confortável para o utilizador. Para tal, deverá colocar ao seu dispor várias opções. Deverá experimentar a que melhor se adequa ao seu rosto e com a qual se sente mais confortável. Uma armação deve assentar como uma luva, sem folgas, apertos ou desconfortos.

Um bom ótico irá calibrar as lentes enquanto o paciente está de pé, assumindo a sua postura natural.

4. Documentação

Por fim, e antes que saia da sua ótica, este técnico deverá documentar tudo o que se relaciona com os seus novos óculos e lentes, como os dados dos exames que efetuou. Deverá guardar toda esta documentação para o caso de ter de substituir as suas lentes na eventualidade de ocorrer um acidente.

5. Brio profissional

O ortoptista tem um excelente capacidade de captar e avaliar boas imagens nos equipamentos de diagnóstico oftalmológico para melhor interpretação de resultados e definição do plano terapêutico.

    

Fórum Lentes Especiais '19 Na 2ª edição do fórum de contactologia, oferecemos-lhe a oportunidade de assistir a palestras e participar em workshops com profissionais de estatuto nacional e internacional. O evento regressa a Lisboa no dia 26 de Outubro das 9h às 18h, com almoço e coffee breaks incluídos para todos os participantes.


   

   

[[pt]]Publicacado a[[es]]Publicacado a

May 29, 2019

[[pt]]Notícias[[es]]Noticias